Boneca


Lá p'ros lados da Guarda, numa aldeia antiga, a Boneca parou no tempo e continua a ser "carro" de quem não tem garagem, mas loja. A sua expressão parece triste, mas é por causa dela que as pessoas continuam, apesar dos seus 80 anos, a trabalhar no campo... haverá animal mais importante?
Teimosamente obediente, lá vai ela caminho abaixo, até ao Lameiro, carregando baldes, bucha, garrafão e quando as pernas fraquejam, os donos.
A nossa condição moderna e citadina faz-nos esquecer que em Portugal ainda há octagenários que trabalham a terra, enquanto muitos de nós, novos e fortes nos queixamos da nossa sorte...
Esta foto representa o esforço partilhado pelos velhos e os seus animais de trabalho, por uma vida "melhor"...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um ano a ler (e beber chá)

Vende-se apartamento em local péssimo!

Vamos lá deixar de tremer quando o assunto é este!