terça-feira, 10 de novembro de 2009

Os Silvas de Múceres


Numa aldeia pequena, rodeada pela Serra do Caramulo, nasceram os Silvas, filhos de um casal que toda a vida não viu mais que a terra que trabalhava, ao frio e ao calor, sem feriados nem férias. Num tempo em que não existia televisão, telemóveis, computadores, internet, somente a necessidade de alimentar os filhos, e os braços para o fazer. As distrações seriam escassas, pois o dia acabava ao por do sol, e a manhã começava logo aos primeiros raios de luz.
A casa ainda lá está, acolhe quem a visita, sempre a lembrar quem lá vai de que a vida já foi dura, madrasta, e hoje somos todos fidalgos, mesmo os plebeus!
Todos deveriamos ter uma casa na aldeia, uma lembrança da época a preto e branco, para dar valor à vida a cores!