Nogão, Múceres


O Outono transporta-nos para um mundo de melancolia e calma. Ao vermos a Natureza amarelada e bucólica dos primeiros dias de frio e chuva, lembramo-nos de um estado de alma triste e saudosista. Há muita gente que se entristece nesta época de ano, tal como este Nogão, vai soltando as folhas amareladas do cansaço que caem como lágrimas silenciosas. A aproximação do final do ano pode ser um momento de conturbações e dificuldades nas nossas vidas, valha-nos por isso a beleza que nos rodeia para nos alegrar a alma. Deus deve ter pensado no Outuno como o desacelerar do Verão, frenético e alegre, para nos preparar para o Inverno, um tempo de recolhimento e retrospectiva. Precisamos de parar de vez em quando, sentar no sofá à lareira, fazer renda e pensar na vida. É terapêutico e evita-nos muitos desgastes inúteis. Eu gosto muito desta altura do ano, acho que reflecte bem a minha personalidade, sinto-me feliz ao admirar o Nogão.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um ano a ler (e beber chá)

Vende-se apartamento em local péssimo!

Vamos lá deixar de tremer quando o assunto é este!