Porquê Rezar?


Muitas vezes me fiz esta pergunta. Porque temos de rezar? Dizer as orações que nos ensinaram e que muitas vezes não entendemos? Porque é que rezar o terço será mais correcto que rezar voluntariamente uma oração feita na hora? Haverá mesmo alguma regra de oração? Foi inventada apenas pelos homens, e se sim, com que fim?
Durante muito tempo inventei centenas de perguntas sobre este assunto. Uma coisa é certa, quando não queremos fazer algumas coisa, inventamos milhares de desculpas...
O que é certo é que um dia pensei que uma filha minha tinha desaparecido, não a encontrava em lado nenhum, pensei que ia morrer nesse momento, rezei, rezei, rezei e rezei até ela aparecer. Estava sentada num banco, dentro da Igreja. Poderá ter sido uma coincidência, talvez, mas quem passa pelos sustos, nunca duvida dos milagres, quando estes acontecem.
Uma outra vez, estava eu no final da minha última gravidez, naquele ambiente de apreensão e medo característicos da altura, decidi rezar o terço, coisa que habitualmente não faço. Adormeci com o rosário na mão, envolvida naquela "ladaínha" musical que sempre me acalma. No dia seguinte, nasceu a menina, sem problemas.
Tenho aprendido a entender a oração, a gostar de rezar e cada vez mais dedico parte do meu tempo a mim e a Deus. Eu aconselho.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um ano a ler (e beber chá)

Vende-se apartamento em local péssimo!

Vamos lá deixar de tremer quando o assunto é este!