Solução para a preguiça laboral... não fazer fretes



"Faz o que gostas, e nunca trabalharás um dia na vida"... é qualquer coisa assim, parecido com isto, e estou com preguiça de ir pesquisar a frase correta... 
Deviam ter-me dito isto há 20 anos atrás, quando ainda havia esperança para dar um rumo profissional à minha vida. Como não havia internet, nem telemóveis, nem nada a não ser televisão com 4 canais, pagers, telefone fixo e tamagoshis, ficámos todos mal informados de como seria o nosso futuro. Agora olha, como infelizmente temos que trabalhar, nada feito; e em vez de andarmos felizes e entusiasmados com projetos excitantes, temos de remeter todas as nossas capacidades extra para atividades lúdicas de quando temos tempo livre. Como já estou a soar a mal agradecida, tenho de fazer um reparo neste meu desabafo inspirado no 1º de Maio, o dia do Trabalhador, pois há empregos que me deprimiriam instantaneamente, e o meu até tem vantagens. Só não ter de aturar chefes idiotas com problemas de auto-estima e rasgos de despotismo... é uma bênção! Mas se um dia pudesse acordar de manhã e escolher uma profissão, pediria ao génio da lâmpada que me levasse até ao Teatro S. Carlos, para ir aquecer a voz antes do concerto e nos outros dias da semana apenas precisaria de um PC com o word instalado. Nada de mais, simples e banal, mas que me faria muito feliz!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um ano a ler (e beber chá)

Vende-se apartamento em local péssimo!

Vamos lá deixar de tremer quando o assunto é este!